Estudantes mais pobres compartilham celular para estudar na pandemia

-

Pesquisa aponta que quase metade (49%) dos alunos das classes D e E (pobres) afirmam que acompanharam as aulas remotas durante a pandemia usando um celular compartilhado, ou seja, de outra pessoa da família. Entre os estudantes mais ricos, o número cai para 23%.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (21) e fazem parte da pesquisa “Lições da Pandemia: Motivos para Reduzir as Distâncias na Educação”, feita pelo Descomplica e pelo Instituto Locomotiva.

- Continua depois da Publicidade -

As entrevistas foram realizadas com 800 famílias de alunos do ensino fundamental 2 e do ensino médio, entre os dias 22 e 30 de setembro deste ano.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui