João Pessoa participa em Fortaleza do 1º Encontro das Cidades Criativas do Nordeste

-

oão Pessoa esteve entre as participantes do 1º Encontro das Cidades Criativas do Nordeste, que aconteceu, nesta quinta (25) e sexta-feira (26), na sede do Sebrae, em Fortaleza. O encontro reuniu representantes dos cinco municípios da região que integram a Rede de Cidades Criativas da Unesco: Fortaleza, Campina Grande, Recife, Salvador e a capital paraibana.

A Rede foi criada em 2004 para promover a cooperação entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. Ela serve como uma plataforma internacional de intercâmbio e colaboração entre municípios para a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas.

- Continua depois da Publicidade -

Atualmente, é formada por 295 cidades do mundo e cada uma delas precisa estar identificada em uma das sete áreas temáticas da economia criativa definidas pela Unesco: design, cinema, gastronomia, literatura, artes midiáticas, música, artesanato e artes folclóricas. Dos municípios nordestinos, João Pessoa está com a competência do artesanato; Fortaleza com design; Campina Grande com artes midiáticas; e Recife e Salvador com música.

Cooperação

A Prefeitura de João Pessoa foi representada na ocasião pelo secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), João Bosco. Segundo ele, o objetivo do encontro foi debater assuntos comuns e formular propostas para criação de um elo entre as cidades participantes, no sentido de que elas trabalhem todas as competências estabelecidas pela Unesco.

“O fato de João Pessoa estar qualificada em artesanato e artes folclóricas não quer dizer que esqueceremos as outras áreas, como música, gastronomia e moda, por exemplo. Queremos que todos os municípios participantes trabalhem a qualificação em todas as áreas da economia criativa, compartilhando proposições para o desenvolvimento da região”, explicou.

Experiências – De acordo com o superintendente do Sebrae/CE, Joaquim Cartaxo, a troca de experiências entre as cidades também é de grande importância para ajudar a superar os efeitos que a crise gerada pela pandemia trouxe para o setor da economia criativa. “Os empreendedores das atividades da economia criativa foram um dos que mais sofreram e ainda sofrem com os impactos da pandemia. Por isso, é tão importante esta troca de experiências e compartilhamento de informações para vencer os desafios e continuar gerando emprego e renda na região”, destacou.

O encontro acabou na tarde desta sexta, com a apresentação das propostas conjuntas e ações elaboradas pelos representantes presentes. “Saímos de lá com um documento assinado, intitulado Carta de Fortaleza, pelo qual cada cidade participante e a equipe do Sebrae se comprometeram a manter toda essa interatividade entre a Rede”, complementou Bosco.

Fonte: Secom-PMJP

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui