Prefeitura de João Pessoa lança serviço para fazer cirurgias bariátricas no Santa Isabel

-

Na manhã desta sexta-feira (3), a Prefeitura de João Pessoa lançou oficialmente o Serviço Municipal de Cirurgias Bariátricas. Os procedimentos serão realizados no Hospital Santa Isabel (HMSI) e a previsão é atender uma média de oito pacientes por mês.

A primeira cirurgia já está marcada para o próximo dia 13. Quatro pacientes já estão preparados para passarem pelo procedimento. A equipe do HMSI será chefiada pelo cirurgião bariátrico Geraldo Camilo Neto.

- Continua depois da Publicidade -

Segundo o prefeito Cícero Lucena, “este é o resgate de um compromisso que este hospital já teve no passado, tanto que foi feita aqui a primeira bariátrica realizada no País pelo SUS. Com a redução da Covid-19, o Santa Isabel volta a fazer seu papel no cumprimento das cirurgias eletivas e a bariátrica é algo que envolve a saúde física e mental. Queremos cuidar das pessoas e fazer isso com qualidade”.

O vice-prefeito Leo Bezerra destacou a necessidade da gestão de resgatar programas que deram certo nas gestões anteriores do prefeito.

De acordo com o Ministério da Saúde, João Pessoa tem a maior prevalência de obesos do Nordeste, dos quais 20% já possuem indicação para a cirurgia.

O secretário municipal da Saúde, Fábio Rocha, destacou que o quadro é fator de risco para doenças como diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares, pulmonares e doenças articulares.

Como conseguir a cirurgia

Estão aptos a passar pelo procedimento pessoas com graus 2 e 3 de obesidade, com comorbidades; pacientes com Índice de Massa Corpórea (IMC) acima de 40, independente da presença de comorbidades; assim como pessoas com IMC de 35, com comorbidades.

Os pacientes serão encaminhados ao hospital para a realização do procedimento via regulação a partir das Unidades de Saúde da Família.

A cirurgia exige o cumprimento de etapas que começam com o diagnóstico e a indicação do procedimento. A partir da inclusão no programa os pacientes passam por avaliações multidisciplinares, feitas por anestesista, nutricionista, endocrinologista, pneumologista, acompanhamento com psicólogo e assistente social.

Em conjunto, esses profissionais avaliam, preparam, estabelecem metas para o paciente, que é acompanhado pela equipe durante sua cirurgia e o pós-cirurgia. Até um ano depois do procedimento, o paciente recebe o acompanhamento da equipe multidisciplinar.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui