Secretário diz que Prefeitura da Capital cometeu “erro vacinal”

-

Durante entrevista a uma emissora de TV de João Pessoa, nesta sexta-feira (10), o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse que foi um “erro vacinal” a atitude da Prefeitura de João Pessoa de reduzir o tempo de espera entre a segunda e a terceira dose das vacinas contra a Covid-19.

Geraldo Medeiros criticou a decisão da Prefeitura em antecipar o intervalo para a dose de reforço da vacina (era de 150 dias e foi passado para 120), mencionando o Programa Nacional de Imunização (PNI).

- Continua depois da Publicidade -

“A Secretaria Estadual de Saúde tem norteado em obedecer o Programa Nacional de Imunização (PNI), que preconiza o espaço de tempo entre a segunda dose e a dose de reforço seja de cinco meses. A antecipação antes desse período, isto é, antecipar para quatro meses, o PNI considera como erro vacinal”, afirmou.

A redução no tempo de espera da vacinação foi anunciada pela Prefeitura da Capital nesta quinta-feira (9) e já iniciada nesta sexta (10).

A terceira dose é destinada para quem tem mais de 25 anos, imunossuprimidos e trabalhadores de saúde.

 

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui