Procurador da República na PB é nomeado para o Conselho Nacional do Ministério Público

-

O procurador da República na Paraíba Antônio Edílio Magalhães Teixeira foi nomeado conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para o biênio 2021-2023. O documento assinado pelo presidente Jair Bolsonaro foi divulgado nesta terça-feira (14).

O nome de Antônio Edílio foi indicado pelo procurador-geral da República Augusto Aras, sendo aprovado por 62 votos favoráveis, 3 votos contrários e 2 abstenções no último dia 30 pelo Plenário do Senado.

- Continua depois da Publicidade -

Ainda nesta manhã, deve ocorrer a solenidade de posse dos conselheiros aprovados durante a 19ª Sessão Ordinária de 2021. No próximo dia 16, acontecerá a 5ª Sessão Extraordinária do Plenário Virtual de 2021.

Sobre Antônio Edílio

Antônio Edílio Magalhães Teixeira nasceu no Ceará, mas é paraibano de coração (inclusive é filho de um paraibano de Itaporanga).

O procurador integra o Ministério Público Federal desde 1996. Com extenso currículo, ele é formado em Direito pela Universidade Federal de Fortaleza e é mestre em Direito Público pela Universidade Federal de Pernambuco.

Atualmente Antônio Edílio é integrante do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público Federal na Paraíba (Gaeco MPF-PB).

Antônio Edílio possui também experiência em órgãos coletivos como o Tribunal Regional Federal da 5ª Região e Tribunais Regionais Eleitorais da Paraíba e de Pernambuco.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui