Brasil fica em 4º lugar no Mundial de Ginástica Rítmica na Espanha

-

O Brasil ficou em 4º lugar no Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica, neste domingo (27), em Valência (Espanha). O conjunto brasileiro recebeu a mesma nota que a Itália na final dos cinco arcos, mas viu as europeias ganharem o bronze no critério de desempate. O time de Duda Arakaki, Deborah Medrado, Sofia Madeira, Nicole Pircio, Giovanna Silva e Bárbara Galvão acabou em quarto.

No conjunto, a ginástica rítmica é composta de duas provas, que vão sofrendo rodízio a cada quatro anos. Uma mista, que mistura dois aparelhos (neste ciclo olímpico, três fitas e duas bolas), e outra com um único aparelho (neste ciclo, o arco). Nos Jogos Olímpicos, as medalhas são distribuídas às equipes que somarem mais pontos nessas duas séries.

- Continua depois da Publicidade -

Mas, em todo o calendário internacional, são três pódios: de cada série, e da soma delas. O quarto lugar hoje veio na apresentação com arcos, que já vinha sendo a mais forte do time verde-amarelo. Na série mista, o Brasil ficou fora da final, em 11º. E, no geral, acabou em sexto.

Nos arcos, depois de se classificar em sexto, com nota 34,900, o Brasil fez uma apresentação sem erros visíveis na final deste domingo, recebendo nota 35,850, ficando atrás só da China, que já tinha 36,550. Israel, que avançou em primeiro, teve falhas importantes, e já havia recebido 35.300, quase três pontos a menos do que na sexta.

Depois, restava ao Brasil assistir às demais apresentações, e torcer para se manter na zona da medalha. Dona da segunda melhor nota das eliminatórias, a Itália também piorou, e recebeu a mesma nota 35,850 que o Brasil, mas com melhor nota de execução.

A composição da pontuação das italianas foi: 8,600 em dificuldade e 7,750 em execução. Das brasileiras, 8,250 de dificuldade e 7,350 de execução. Em resumo: o Brasil fez uma série mais difícil, mas pior executada.

A última série foi da Espanha, dona da casa, que contava com a torcida e fez também uma apresentação impecável. E, aí, a banca acabou premiando as espanholas, que tiraram nota 36,100 e levaram a prata, deixando a Itália com o bronze e o Brasil em quarto lugar.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui