Carro de luxo será leiloado pelo Padre Zé nesta sexta; vistoria do veículo é iniciada

-

A assessoria de imprensa do Hospital Padre Zé confirmou que pessoas interessadas em arrematar a caminhonete Chevrolet S10, que será leiloada, já foram ao hospital para vistoriar o veículo. O carro será vendido pela oferta de maior lance durante o leilão, previsto para acontecer na sexta-feira (10).

A caminhonete foi comprada pelo antigo gestor do hospital, o padre Egídio de Carvalho. O religioso é investigado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e pela Polícia Civil por desvio de dinheiro e de equipamentos do hospital.

- Continua depois da Publicidade -

O carro, considerado de luxo, está sendo colocado à venda após a nova gestão da unidade considerá-lo que ele não é indispensável para a execução das atividades do hospital, que passa por uma crise financeira.

Veículo

A caminhonete S10, modelo 2020/2021, tem 42.977 quilômetros rodados, segundo o anúncio feito pela nova direção do Hospital Padre Zé.

Os interessados em adquirir o carro podem realizar vistoriarias ao veículo até quinta-feira (9), entre às 9h e 11h, no pátio do Hospital Padre Zé.

Leilão

Em nota, a direção do Padre Zé detalhou que as propostas de compra devem ser apresentadas na sexta-feira, às 10h, através de envelopes fechados, seguindo o modelo anexo ao edital, em sessão pública que se realizará na capela do Hospital.

A proposta de maior valor será a considerada vencedora. Os recursos da venda vão ser revertidos no custeio operacional do hospital.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui