O caso Ana Sophia; o mistério continua!

-

Por Valter Nogueira

Às vezes é preciso deixar a poeira assentar, para não cometer erros ou excessos por força da emoção ante à indignação frente a fatos que não traduzem a realidade com exatidão. Falo do caso Ana Sophia, desaparecida há quatro meses.

- Continua depois da Publicidade -

Nessa segunda-feira (14), a Polícia Civil tentou, durante coletiva de imprensa, dar uma resposta à sociedade paraibana acerca do caso em tela. No entanto, o caso Ana Sophia continua com muitas perguntas sem respostas.

A Polícia diz que o caso está elucidado – Como assim!?

As conclusões da investigação são baseadas em indícios; faltam provas materiais.
Thiago Fontes, apontado como autor do crime, está morto, já não pode mais falar. E o corpo da criança, ocultado.

A crônica policial diz que contra fatos não há argumentos! Sendo assim, não há nada elucidado. O corpo de Thiago foi encontrado, é fato; o da criança, não.

Pontas sem nós

A Polícia conclui que Thiago foi o assassino, ponto! Se isso é verdade, qual a motivação do crime? Como ele matou a criança? Onde ocultou o corpo da menina?

À época do crime, Thiago morava ao lado da vítima. Todavia, a prisão dele só foi decretada dois meses após o sumiço da criança. Por que?

Por que perderam Thiago de vista? Faltou monitoramento ao principal suspeito?

– Será que a família da vítima está satisfeita com a resposta do caso, dada pela Polícia?

Resumo

O corpo da menina precisa ser encontrado; é o mínimo que a Polícia deve fazer como forma de dar uma resposta ao caso. Enquanto isso, a sociedade paraibana e a família continuarão perguntando: onde está Ana Sophia?

O mistério continua!

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui