Romero, pesquisa e “aliados” correndo atrás do prejuízo

-

Por Valter Nogueira

Os números da recente pesquisa Opinião/MaisPB apontam que o eleitorado de Campina Grande está inclinado a eleger Romero Rodrigues prefeito da Rainha da Borborema, em 2024. Com efeito, acende o sinal amarelo no grupo político do prefeito Bruno Cunha Lima.

- Continua depois da Publicidade -

Pesquisa revela retratos de momentos, ponto! No entanto, os números recém-divulgados provocaram reações de imediato. Logo após o resultado, o senador Efraim Filho (União Brasil) foi à imprensa informar que vai trabalhar para buscar a unidade entre Romero e Bruno – algo como que correr atrás do prejuízo!

Efraim admite que ocorreram algumas arestas entre o ex-prefeito e o atual gestor da Rainha da Borborema. Todavia, ele destaca que “política é feita de momento que se dialoga e se reagrupa”.

Ainda no esforço de convencimento, por assim dizer, o senador sugere que Romero pule 2024 para ser candidato a governador em 2026. Efraim afirma que o grupo dele é o único a oferecer espaço para Romero na construção da chapa majoritária para 2026.

Em paralelo, Efraim diz que o grupo do governador João Azevêdo já lançou uma chapa para 2026, fechando assim portas para Romero.

Romero

Com o vento soprando a favor, dificilmente Romero aceitará retornar ao grupo na condição de coadjuvante.

Romero & João Azevêdo

Não é de admirar se Romero vir a ser candidato a prefeito de Campina com apoio do grupo político do governador João Azevêdo. Romero tem nome, Azevêdo pode entrar com a estrutura política que falta a Rodrigues.

Números

Na pesquisa, Romero aparece com 42,2% das intenções de voto. Na outra ponta, Rodrigues é rejeitado por apenas 2,5% dos entrevistados. Romero está bem na foto!

Bruno Cunha Lima, por sua vez, se depara com situação oposta. Ele aparece com 16,6% das intenções de voto e – o que é pior – 34,3% de rejeição. Ele tem, também, radiografia negativa no campo administrativo. Sua gestão é reprovada por 52% dos campinenses.

Fim

Pelo andar da carruagem, Bruno poderá se tonar o primeiro prefeito de Campina Grande a não conseguir a reeleição.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui