Polícia Federal deflagra operação contra empresas de segurança na Paraíba

-

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (13), a Operação Alcântara. A ação visa combater os crimes de falsidade ideológica e uso de documentos falsos praticados por empresas de segurança privada na Paraíba. Ao todo, estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal de Campina Grande.

Os mandados estão sendo cumpridos nas residências dos proprietários das empresas investigadas e também nas sedes delas, em endereços localizados nos municípios de João Pessoa, Patos e Campina Grande.

- Continua depois da Publicidade -

Segundo as investigações, as empresas de segurança investigadas encaminharam à Polícia Federal listas de vigilantes que teriam trabalhado em diversos eventos festivos no município de Campina Grande ao longo do ano de 2023. Porém, descobriu-se que estas listas eram falsas, e que a maioria dos vigilantes relacionados pelas empresas não chegou de fato a atuar em quaisquer destas festas. As citadas listas foram detectadas em vários shows realizados na cidade, desde as festas privadas de São João ocorridas no mês de junho até os dias atuais.

Na verdade, estes eventos trabalharam com segurança bem menor do que a informada aos órgãos públicos de fiscalização e/ou com utilização de profissionais desqualificados e sem autorização para atuar como seguranças privados, os chamados vigilantes clandestinos, causando risco ao público presente.

Alcântara

A operação foi batizada de ‘Alcântara’ em referência a São Pedro de Alcântara, santo padroeiro dos vigilantes e guardas noturnos na religião católica.

Blog com assessoria

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui