Companhia de Dança, Orquestra Sinfônica e Banda 5 de Agosto são destaques em 2023

-

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) comemora o sucesso, em 2023, da Companhia Municipal de Dança, da Orquestra Sinfônica e da Banda 5 de Agosto. Ao longo do ano, com muita leveza, ritmo, delicadeza e entrosamento, os bailarinos e bailarinas que formam o grupo foram um espetáculo à parte durante uma série de eventos como a encenação da ‘Paixão de Cristo’ e eventos em outros estados.

“As nossas ações em 2023 foram realmente intensas e todos os nossos equipamentos se envolveram de maneira muito especial. Os bailarinos e bailarinas, os músicos e musicistas fizeram toda a diferença com suas autuações criativas e profissionais. O pessoense pode comprovar em diversos eventos e ações a capacidade da Companhia de Dança, da Banda 5 de Agosto e da nossa Orquestra. São exemplos únicos de como João Pessoa tem uma potência artística. Toda a equipe da Prefeitura de João Pessoa está de parabéns”, comemora o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

- Continua depois da Publicidade -

A Companhia Municipal de Dança participou de um concurso, durante a 40ª edição do Festival Internacional de Joinville, em Santa Catarina, e o bailarino Gabriel Morais, que integra a Companhia, conquistou o terceiro lugar, um prêmio que estimulou todo o grupo.

“Foi um ano bem produtivo. A Companhia trabalhou muito este ano, participamos do Caminhos do Frio, em Bananeiras, teve a Conexão Dança, de Cabedelo, apresentação com o Ballet Bolshoi. Fomos para Campina Grande, tivemos convite para dançar em Miami. Foi um ano bem produtivo e estamos com muitos projetos para o próximo ano para que possamos brilhar mais ainda”, avalia Stella Paula Carvalho, que comanda a Companhia de Dança.

Em 2023, a Companhia de Dança de João Pessoa participou de eventos como o 14º Festival de Dança do curso de Educação Física da Faculdade Uninassau, fazendo a abertura com a coreografia ‘Destino Nordestino’.

Os bailarinos e bailarinas também se apresentaram no Centro Cultural de Mangabeira Tenente Lucena, com o espetáculo Poesia do Som, no encerramento das atividades do primeiro semestre do local. O Centro oferta, inclusive, cursos de dança para crianças e jovens, um trabalho que a Fundação desenvolve, através da sua Divisão de Dança, como parte das ações que visam o fortalecimento da política de dança para o município.

Durante a comemoração dos 438 anos da cidade, aconteceu a II Mostra de Dança de João Pessoa, dentro da programação da Festa das Neves, e a participação dos dançarinos foi um espetáculo de leveza, sincronia, luzes e cores, abrindo as apresentações de 11 escolas e estúdios de dança da cidade.

Em setembro, a Companhia de Dança de João Pessoa abriu o Festival Cena CumpliCidades 2023, em Recife (PE), a convite do curador e coordenador do evento, Arnaldo Siqueira. A exibição foi no Teatro Luiz Mendonça – Parque Dona Lindu. O evento contou ainda com a participação de convidados da capital pernambucana.

Também no mês de setembro, o Festival Centro em Cena, realizado pela Funjope, movimentou a cena cultural da cidade, envolvendo culturas populares, artistas locais, como Cabruêra, circo e dança e, na abertura, teve a participação da Companhia Municipal de Dança, junto com a Orquestra Sinfônica Municipal, o bailarino Carlinhos de Jesus e a cantora Alcione, reunindo uma multidão, e também no Teatro Santa Roza, com o Ballet do Teatro Guaíra.

A Companhia Municipal de Dança de João Pessoa fez ainda duas apresentações especiais, no mês de outubro. A primeira foi no Espaço Cultural, a convite da Fundação Espaço Cultural (Funesc). Em seguida, o grupo fez uma exibição na Estação Cabo Branco, convidada pela direção do espaço. Os eventos foram abertos ao público e integraram a programação da semana da criança.

Visitantes – Ao longo do ano, a Companhia Municipal de Dança de João Pessoa recebeu visitantes que trouxeram um pouco de suas experiências para os jovens bailarinos e bailarinas. O pernambucano Marcelo Pereira, proprietário, diretor, professor e coreógrafo da Marcelo’s Move Dance School, em Saint Gallen, na Suíça, em sua vinda ao Brasil, produziu a coreografia ‘Cangaço’ para a Companhia no mês de julho.

Em agosto, o bailarino Gustavo Quintans, maitre de ballet do Teatro Nacional Brno, na República Tcheca, ministrou uma aula de ballet clássico para os integrantes da Companhia de Dança de João Pessoa, a convite da diretora do grupo, Stella Paula Carvalho.

Professores de dança das redes pública e privada, além de dançarinos, participaram, no mês de novembro, de dois dias de workshop com o bailarino e coreógrafo Caio Nunes, no Hotel Globo e na Estação Cabo Branco, numa iniciativa da Funjope, com todas as vagas preenchidas.

Orquestra Sinfônica – 2023 foi um ano de muitas apresentações e de reafirmação da qualidade dos músicos da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa. O grupo, que encerrou o ano com o Concerto de Natal, na sexta-feira (22), no Centro Cultural São Francisco, abriu a temporada de apresentações em março, com a 5ª Sinfonia de Beethoven, seguindo com uma série de nove, iniciada em 2022.

Fonte: Secom-JP

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui