Filmes nacionais levaram quase 800 mil pessoas aos cinemas em uma semana

-

A última semana de 2023 foi marcada por duas grandes estreias do cinema nacional. Os longas “Minha irmã e eu” e “Mamonas Assassinas” registraram números bastante altos e ocuparam 62% das salas de cinema do país. De acordo com dados levantados pela ABRAPLEX (Associação Brasileira das Empresas Exibidoras Cinematográficas Operadoras de Multiplex), a cinebiografia da banda mais carismática do país arrecadou até o dia 03 de janeiro um total de R$ 5.902.171 – com um público de mais de 315 mil espectadores.

Na mesma linha, a comédia com Tatá Werneck e Ingrid Guimarães faturou R$ 8.771.170 – com mais de 460 mil espectadores.

- Continua depois da Publicidade -

Ambos os filmes estrearam em 28 de dezembro e “Minha irmã e eu” contou com três dias de sessões especiais de pré-estreia.

“Mamonas Assassinas” e “Minha irmã e eu” trazem duas grandes receitas de sucesso: o primeiro é uma cinebiografia, gênero que tem sido bem aceito pelo público brasileiro, o segundo é uma comédia. O fim de ano, historicamente, é um momento de grandes comédias nacionais, como a série “Minha Mãe é uma Peça”.

De acordo com Marcos Barros, presidente da ABRAPLEX, o bom desempenho dos títulos, sem cota de tela em vigor, é uma demonstração de que é possível elevar o share do cinema nacional, que fechou 2023 em apenas 2%.

“Se os três pilares da indústria – distribuidores, produtores e exibidores – forem envolvidos em discussões técnicas e se os filmes em cartaz forem de interesse do grande público, podemos, sim, alavancar a produção nacional e chegar a patamares nunca antes vistos”, finaliza.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui