João tem reunião com ministro do Turismo e pede mais investimentos para a Paraíba

-

Em Brasília, o governador João Azevêdo (PSB) visitou nesta terça-feira (9) o ministro do Turismo, Celso Sabino.  Em reunião, eles discutiram pautas que envolvem o polo turístico da Paraíba, entres projetos antigos e novos. O gestor paraibano confirmou, ao lado do ministro, a chegada de mais investimentos na área.

Em vídeo divulgado em suas redes sociais, João Azevêdo, ao lado de Celso Sabino, informa que o ministro escutou as demandas para a Paraíba. “Nós sabemos do potencial turístico que tem no estado e estamos trabalhando exatamente para receber mais investimentos, para que a gente possa dinamizar ainda mais esse turismo tão importante pra gerar emprego e renda”, disse o governador.

- Continua depois da Publicidade -

As parcerias antigas do Ministério do Turismo com o Governo da Paraíba foram os projetos do Polo Turístico de Cabo Branco e do Centro de Convenções de Campina Grande. Ambos os investimentos não estão prontos, mas já têm obras iniciadas e previsão de entregas definidas.

“E a orientação do nosso presidente Lula é esse: cuidar da Paraíba, cuidar do cidadão paraibano. Vamos juntos fazer com que o Turismo da Paraíba represente, o que vem representando o turismo para a República Dominicana, para a Espanha, para muitos lugares do mundo. Gente hospitaleira nós temos, atrativos turísticos nós temos e gente com vontade de fazer com que isso aconteça também”, afirmou o ministro.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui