Governo estuda ampliar faixa de isenção do Imposto de Renda

-

Ainda não é oficial, mas fontes de Brasília dão conta de que o governo do presidente Jair Bolsonaro, via Ministério da Economia, inicia estudos para  ampliar a faixa de isenção do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física), por meio de Medida Provisória.

A ideia é corrigir a  tabela, subindo o limite dos atuais R$ 1.903,98 por mês para R$ 2.500.

- Continua depois da Publicidade -

A medida, caso confirmada, ocorrerá como contraponto à Reforma do Imposto de Renda, que não avança o Congresso Nacional.

Especialistas indicam que a medida vai além da área econômica, estando muito mais próxima da questão política, já que o governo precisa dar respostas rápidas ao povo brasileiro ante à crise econômica; inflação em alta, custo de vida nas alturas.

Ocorre que o tempo corre na contramão do projeto de reeleição do presidente Jair Bolsonaro, que precisa aprovar a maior parte dos projetos ainda neste ano. É que a legislação eleitoral veda algumas medidas permanentes em ano eleitoral (2022).

 Visão

Com a medida, o governo abrirá mão de mais arrecadação. Todavia, o número de beneficiários é considerável e, por essa razão, a proposta tem apelo popular. Atualmente, são isentos 10,7 milhões de brasileiros. Com a nova regra, o total de contribuintes beneficiados passaria para 16,3 milhões.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui