Pesquisa: João Azevêdo lidera disputa para 2022; Pedro Cunha Lima aparece em segundo

-

O governador João Azevêdo (Cidadania) lidera a corrida eleitoral ao Governo do Estado nas eleições de 2022, em todos os cenários. O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) aparece em segundo lugar. É o que aponta a pesquisa Datavox/PBAgora, divulgada nesta quinta-feira (25).

De acordo com a consulta, João Azevêdo lidera com 38,4% das intenções de voto na modalidade estimulada. Na espontânea, o atual governador aparece com 22,9% das intenções.

- Continua depois da Publicidade -

Ainda na modalidade estimulada, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) aparece em segundo lugar, com 11,5%. O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) surge na terceira posição, com 7,5%, e o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), é o quarto, com 6,2%.

De acordo com o Instituto Datavox, o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), não foi citado neste cenário por recusa de sua pré-candidatura.

Margem de erro

A pesquisa tem margem de erro de 2,2% pontos percentuais para mais ou para menos. O instituto ouviu de 20 a 22 de novembro, 2003 eleitores de 70 municípios com 16 anos ou mais. O nível de confiança utilizado é de 95%.

Confira os números:

1 – João Azevêdo (Cidadania) – 38,4%

2 – Pedro Cunha Lima (PSDB) – 11,5%

3 – Veneziano Vital do Rêgo (MDB) – 7,5%

5 – Luciano Cartaxo (PV) – 6,2%

6 – Lígia Feliciano (PSD) – 1,3%

7 – Marcelo Queiroga (sem partido) – 1,1%

8 – Indecisos – 24%

9 – Branco/Nulo – 10%

Fonte: PBAGORA

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui