Ataque de Israel a hospital em Gaza deixa ao menos 500 vítimas, afirma Hamas

-

Autoridades do Ministério da Saúde de Gaza afirmaram nesta terça-feira (17) que centenas de pessoas foram mortas e feridas após um ataque de Israel ao hospital al-Ahli Arab, popularmente conhecido como Al-Ma amadani, na cidade de Gaza, a mais povoada da região, revela matérias divulgas pelas principais agências de notícias do mundo. Infformações iniciais dão conta que ao menos 500 pessoas teriam morrido.

De acordo com o porta-voz do Ministério da Saúde, Ashraf al-Qidra, “o hospital abrigava centenas de doentes e feridos, além de pessoas forçadas a deixar suas casas devido a ataques israelenses”.

- Continua depois da Publicidade -

Um dos porta-vozes das Forças de Defesa de Israel, Daniel Hagari afirmou que ainda não há informações suficientes para confirmar que Tel Aviv fez o ataque. “Há muitos ataques aéreos e também muita desinformação espalhada pelo Hamas”, disse a repórteres, segundo o Times of Israel.

Se confirmados os números de vítimas e a origem do ataque, este seria o ataque aéreo de Israel mais mortal na região desde ao menos 2008. Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Nacional Palestina, que governa a Cisjordânia, declarou três dias de luto oficial pelas vítimas.

Hospital

Fundado em 1882, o Ahli Arab é o hospital mais antigo de Gaza, segundo informações de seu próprio site. O nome, em árabe, significa “hospital do povo árabe”. Estima-se que, a cada ano, cerca de 45 mil pessoas sejam atendidas no local.

O prédio já havia sido alvo de outros ataques ao longo destes 11 dias de guerra. A cidade de Gaza, onde está localizado, fica na porção norte da faixa de terra homônima —a que Tel Aviv insta desde a última sexta (13) a ser esvaziada, indicando que fará uma invasão por terra.

A direção do hospital relatou que, no sábado (14), foguetes israelenses atingiram a ala de diagnóstico de câncer do local, danificando equipamentos de ultrassonografia e mamografia. Na ocasião, ao menos quatro funcionários teriam ficado feridos.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui