Decreto do Governo desapropria áreas para construção de ponte Cabedelo-Lucena

-

Decreto assinado pelo o governador João Azevêdo (PSB), publicado no no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (17), declara de utilidade pública áreas no entorno da BR-230 e do Rio Paraíba. A medida visa a desapropriação amigável em prol da construção da ponte que ligará Cabedelo a Lucena, na Grande João Pessoa.

O Decreto nº 44.208, de 16 de outubro de 2023, está publicado na página nº 9 do Diário Oficial do Estado (DOE), edição de hoje (17/10/2023).

- Continua depois da Publicidade -

A desapropriação será conduzida pela Procuradoria-Geral do Estado em colaboração com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), mediante apresentação de documentação comprobatória da titularidade e regularidade dos imóveis.

As obras integram o Complexo Rodoviário de Acesso ao Porto de Cabedelo e estão programadas para iniciar em 2024. A ponte terá seu ponto de partida na Praia do Jacaré, estendendo-se até Lucena, e posteriormente à BR-101 em Santa Rita.

“As indenizações referentes à desapropriação serão realizadas a partir da apresentação de documentação comprobatória da titularidade e regularidade dos imóveis”, diz a portaria em questão.

Tráfego

O deslocamento entre Cabedelo e Lucena feito por veículos leves, atualmente, ocorre por meio da balsa que liga as duas cidades. Já caminhões que saem do Porto local precisam atravessar Cabedelo, João Pessoa, e seguir em direção a Natal, passando por Bayeux e Santa Rita. Com a obra, esses trajetos serão significativamente otimizados, beneficiando o desenvolvimento do Porto de Cabedelo e a mobilidade na região.

Edital

O edital para licitação da obra será lançado até dezembro, com um custo estimado de cerca de R$ 450 milhões. Estima-se que até 2026 a obra esteja concluída.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui