Sudema aponta 15 trechos de praias impróprios para banho no litoral paraibano

-

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) divulgou novo relatório sobre a balneabilidade em mais de 60 trechos de praias do litoral paraibano.

De acordo com as análises, foram considerados impróprios 15 trechos localizados nos municípios de Lucena, Cabedelo, João Pessoa e Pitimbu, todos na Região Metropolitana da capital.

- Continua depois da Publicidade -

Por outro lado, todos os trechos de praias nos municípios de Baia da Traição, Conde e Rio Tinto estão próprios para banho. As amostras foram coletadas entre 09 e 13/10 e tem validade até a emissão do próximo relatório.

Trechos impróprios

Lucena

Fagundes – No final da Travessa São José

Cabedelo

Camboinha – No final da Rua Benício de Oliveira

João Pessoa

Manaíra – Em frente ao N° 1461 da Av. João Maurício

Manaíra – Em frente a quadra de Manaíra

Cabo Branco – Em frente a rotatória do Cabo Branco

Farol do Cabo Branco – Em frente a galeria de águas pluviais

Penha – Em frente a desembocadura do Rio Cabelo

Penha – Em frente a desembocadura do Rio Aratu

Jacarapé – Em frente a Rua do Centro de Convenções

Arraial – Em frente a desembocadura do Rio Cuiá

Sol – Em frente a desembocadura do Riacho Camurupim

Pitimbú

Pitimbú – No final da Rua da Paz

Maceió – Em frente a desembocadura do riacho Engenho Velho

Guarita – Em frente a desembocadura da Lagoa

Acaú/Pontinha – Em frente a desembocadura do Rio Goiana

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui