Advogados pedem prisão domiciliar para o Padre Egídio

-

Nesta terça-feira (21), os advogados do Padre Egídio de Carvalho deram entrada em um pedido de prisão domiciliar para o religioso.  A defesa aponta uma série de doenças que seriam justificativa suficiente para que ele cumpra a detenção em casa.

Na justificativa, a defesa argumenta que Padre Egídio precisa dar continuidade ao tratamento das doenças apresentadas e que isso não pode ser feito dentro da penitenciária.

- Continua depois da Publicidade -

A defesa acrescenta, no pedido, que Padre Egídio precisa cuidar da mãe, que tem 92 anos, e de uma irmã, que estariam sob os cuidados do religioso.

Por fim, os advogados asseveram que, no momento da decretação da prisão de Padre Egídio, ele já se encontrava afastado de suas atividades, não tendo mais nenhuma ingerência nas contas do Hospital Padre Zé.

Os advogados questionam a prisão do religioso e argumentam que ele tem bons antecedentes, residência fixa e é réu primário.

Prisão

Padre Egídio foi preso na última sexta-feira (17), acusado de desvios de recursos na ordem de R$ 140 milhões do Hospital Padre Zé, instituição filantrópica a qual ele presidiu por cerca de cinco anos.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui