Cicero Lucena defende a lei e afirma que a atual gestão não autorizou construção irregular na Orla

-

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), manifesta, nesta terça-feira (16), por meio de suas redes sociais, posição legalista, ao comentar o inquérito civil instaurado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) para investigar prédios acima da altura máxima permitido na orla da Capital. Além disso, Cícero garante que nenhuma construção irregular foi autorizada pela atual gestão, passando assim a responsabilidade para a administração do ex-prefeito Luciano Cartaxo (PT).

Por meio de suas redes sociais, o atual gestor da Capital afirma que vem cumprindo a Constituição Estadual e o Plano Diretor da Capital, permitindo apenas construções com altura legal.

- Continua depois da Publicidade -

Cícero Lucena informa, também, que não é da competência do Município punir construções irregulares, mas que vai contribuir para o cumprimento da legislação.

“Como prefeito de João Pessoa cabe a mim o cumprimento integral da Constituição do Estado da Paraíba e do Plano Diretor do município. Isso inclui não permitir a construção de edifícios fora do gabarito”, destaca Cícero, na postagem.

Ainda sobre a questão, o prefeito garante que nenhum alvará de construção, acima da atura permitida, foi emitido na atual gestão.

“Reiteramos que nenhum alvará de construção, acima da altura permitida, foi emitido pela Seplan nesta gestão. Ou seja se alguém descumpriu a lei não foi a atual gestão municipal. Nossa orla é patrimônio do povo e não abriremos mão disso em hipótese alguma”, arremata o prefeito.

Confira as postagens:

 

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui