Carlos Bolsonaro é alvo de nova operação da PF para investigar ‘Abin paralela’

-

A Polícia Federal deflagou, nesta segunda-feira (29), uma nova fase da operação que visa investigar ações da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante o governo Bolsonaro. Um dos alvos da operação é o vereador Carlos Bolsonaro, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), revela matérias postadas nos principais meios de comunicação do país, tais como g1 e Metrópole.

A ação atende a pedida da Polícia Federal, avalizada pela Procuradoria-Geral da República. O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, é quem assina a autorização para os mandados.

- Continua depois da Publicidade -

Nesta nova ação, a PF cumpre oito mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro/RJ (5), Brasília/DF (1), Formosa/GO (1) e Salvador/BA (1).

A Polícia Federal, nesta etapa, busca avançar no núcleo político, identificando os principais destinatários e beneficiários das informações produzidas ilegalmente no âmbito da Abin, por meio de ações clandestinas. Nessas ações eram utilizadas técnicas de investigação próprias das polícias judiciárias, sem, contudo, qualquer controle judicial ou do Ministério Público.

Crimes

Os investigados podem responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Valter Nogueira
Valter Nogueira
Valter Nogueira de Amorim, jornalista profissional, é o editor-chefe do blog. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Atuou nos principais jornais impressos do Estado, tais como A União, O Momento, Correio da Paraíba e O Norte. No campo administrativo, foi secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Rita (1997-2005), assessor de Imprensa da Prefeitura de Pedras de Fogo (2008). Exerceu, também, o cargo de gerente de Comunicação do Tribunal de Justiça da Paraíba, no período de fevereiro de 2015 a janeiro de 2019.

Compartilhe

Mais Lidas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui